Outras atividades

  • OFICINA DE METODOLOGIA CIENTÍFICA: CONSTRUÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA

A oficina visa o estudo da construção de projetos de pesquisa em Ciências Humanas, tendo em vista a produção de trabalhos científicos e monografias. É ministrada pelo professor tutor do Grupo PET Conexões, professor do Curso de Psicologia, que desenvolve os tópicos referentes ao delineamento quantitativo, com a finalidade de capacitar os alunos para desenvolver bancos de dados e tratamento estatístico, através do domínio de programas estatísticos específicos (SPSS e EXCEL), que possam atender as pesquisas em desenvolvimento pelo grupo. Os tópicos referentes ao delineamento qualitativo são ministrados por um professor do Curso de Psicologia ou Pedagogia do CPAN/UFMS, tendo em vista o estudo dos principais modelos de análise qualitativa de dados. 

  • PET CONEXÕES DE SABERES: NETWORK NO CPAN

Os grupos PETs geralmente são pouco conhecidos nas IES em que estão alocados, o que parece paradoxal, uma vez que as atividades realizadas por esses grupos atingem uma parcela representativa da comunidade acadêmica. As experiências relatadas por petianos e tutores em eventos científicos parecem confirmar a leitura sobre a falta de conhecimento que os diferentes atores das universidades têm sobre o PET. A proposta dessa ação visa 1) o desenvolvimento de uma pesquisa de levantamento junto a amostras de docentes, discentes e técnicos administrativos, acerca do conhecimento que têm acerca do Grupo PET Conexões e de suas ações. Objetiva também 2) apresentar e divulgar as atividades de pesquisa, ensino e extensão realizadas pelo Grupo PET Conexões de Saberes aos diferentes cursos do CPAN.

  • OFICINA DE ESTUDO: ESTRATÉGIAS E PLANEJAMENTO ACADÊMICO

O ingresso na Universidade impõe um processo de adaptação significativo ao estudante, especialmente
pelas exigências de estudo e de produção de trabalhos acadêmicos. O projeto “Oficina de estudo: estratégias e planejamento acadêmico” visa contribuir para que o estudante desenvolva recursos de estudo e possa se adaptar de modo mais eficaz à rotina acadêmica.

  • PET MONITORIA DE DISCIPLINAS

A atividade visa oferecer monitoria de disciplinas de Psicologia e Pedagogia para os acadêmicos desses cursos, pelos acadêmicos petianos do Grupo PET Conexões, especialmente para os estudantes recém ingressos, que demonstram dificuldades em relação a determinadas disciplinas oferecidas nos semestres iniciais, dadas as exigências adaptativas à rotina universitária. 

  • LEVANTAMENTO DO PERFIL DOS ALUNOS DO CURSO PRÉ-ENEM NA UNIVERSIDADE

Este projeto de pesquisa é desenvolvido com finalidade de subsidiar as ações futuras do Curso preparatório PRÉ- ENEM, obedecendo os eixos da PET/ Conexões que preconiza o acesso e a permanência na Universidade de alunos de escola pública. Nesse sentido é de fundamental importância conhecer o perfil desses alunos, assim como os índices de aprovação obtidos pelo alunos participantes do Cursinho, desde sua implementação, em 2005.

  • ESTUDO SOBRE EVASÃO ESCOLAR NO CAMPUS DO PANTANAL – UFMS

O tema da evasão escolar nas universidades públicas tem sido objeto de investigação científica em nosso meio há pouco tempo, ao menos de modo mais sistemático. Observa-se que a expansão da rede universitária na última década produziu também o aumento dos indicadores de evasão escolar, que se mostra cada vez mais significativo do ponto de vista estatístico. Políticas educacionais e governamentais são delineadas a partir desses indicadores; as contradições do sistema educacional brasileiro perpassa os diferentes níveis de ensino e as universidades públicas, especialmente as federais, pareciam imunes à evasão escolar há até pouco tempo atrás, aproximadamente há duas décadas. O Campus do Pantanal (CPAN) da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul também tem registrado indicadores bastante expressivos de evasão, especialmente nos cursos de licenciatura. Considerando que o CPAN é um Campus historicamente importante da UFMS, pois foi um dos primeiros a oferecer ensino superior na região
Centro- Oeste, há 50 anos atrás, a implementação de uma pesquisa que visa fazer o levantamento de fatores e variáveis que estejam associadas ao fenômeno da evasão escolar pode contribuir para que a UFMS desenvolva ações que aumentem a probabilidade de que os estudantes concluam os cursos nesse Campus.

  • PET CONEXÕES DE SABERES: EDUCAÇÃO EM MOVIMENTO NOS MUNICÍPIOS DE CORUMBÁ E LADÁRIO

A Educação Básica, conforme a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) e o Plano Nacional de Educação (PNE), constitui um dos grandes desafios enfrentados pela Educação no Brasil, pois preconiza a ampliação do atendimento, a melhora da qualidade e a redução das desigualdades entre escolas e redes de ensino público. Um dos alicerces da estrutura da Educação Básica está relacionado à formação dos professores, que não tem se mostrado suficiente para atender a complexidade do processo educacional brasileiro, exigida pela ampla diversidade social e cultural nacional. Nesse sentido, o Grupo PET Conexões, dado o fato de sua constituição ser de caráter interdisciplinar, propõe um conjunto de ações voltadas para os professores da Educação Básica tendo em vista a criação de espaços de discussão e estudo, conforme levantamento de demandas junto a educadores de escolas da rede pública dos municípios de Corumbá e Ladário.

  • ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL PET: CAPACITAÇÃO E APLICAÇÃO

A demanda de estudantes por orientação profissional é bastante expressiva (conforme se observa nas solicitações feitas à Seção de Psicologia do CPAN e através de contatos de escolas com o Curso de Psicologia). Nesse sentido, a atividade tem a finalidade de capacitar os petianos a desenvolverem ações relativas à orientação profissional, seja através de palestras que podem ser desenvolvidas nas escolas da rede de ensino, ou através da aplicação de procedimentos metodológicos específicos que permitam a avaliação de indicadores de decisão profissional (através da aplicação de inventários específicos por parte dos petianos do curso de psicologia). 

  • ESTUDO SOBRE A QUALIDADE DE VIDA DE UNIVERSITÁRIOS DO CPAN

A qualidade de vida é preconizada pela OMS como um dos indicadores mais expressivos sobre a população, pois considera quatro dimensões fundamentais do processo vital: ambiental, fisiológica, psíquica e social. Do ponto de vista conceitual, a qualidade de vida é mais ampla, portanto, que o conceito de saúde e permite o levantamento de informações sobre populações com diferentes características e configurações, como a população de universitários. Considerando que os estudos sobre o tema são incipientes em nosso meio, propõe-se a realização de uma pesquisa sobre a qualidade de vida de universitários junto a amostras de estudantes do Campus do Pantanal (CPAN). Considerando-se o fato de que o CPAN está localizado numa região fronteiriça (Mato Grosso do Sul – Bolívia), estima-se que o fator ambiental deva produzir efeitos significativos sobre a qualidade de vida do participantes. O projeto de pesquisa deverá seguir o protocolo de avaliação de qualidade de vida da OMS, sendo utilizado o instrumento denominado WHOQOL-BREF.

Tem sugestões sobre atividades que o PET pode desenvolver? Envie-nos um e-mail para petconexoes.cpan@ufms.br